Governo Paulo Câmara moderniza modelo de gestão integrada

Governo Paulo Câmara moderniza modelo de gestão integrada

access_time 6 de agosto de 2017 Este post foi lido 118 vezes

A Estação Digital é uma ferramenta de TI que facilita a identificação de prioridades e o direcionamento de esforços para atender às demandas da população.

show_img-001

A gestão integrada com foco nos resultados é uma das principais marcas do Governo de Pernambuco. Pensando em modernizar este modelo de administração, reconhecido internacionalmente, foi criada a Estação Digital de Informações. Ela é uma ferramenta baseada em Tecnologia da Informação, desenvolvida pela Assessoria Especial ao Governador, contando com a parceria da Secretaria de Planejamento (Seplag), da Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI) e com o apoio da Secretaria da Fazenda (Sefaz). A ferramenta possibilita uma visão global e detalhada dos cenários administrativo, financeiro e econômico do Estado, contribuindo para a efetividade das políticas públicas.

Por meio da plataforma é possível acompanhar o andamento e os principais resultados regionalizados das ações prioritárias e dos compromissos assumidos. “Com a Estação Digital, o governador, os secretários e suas equipes terão uma ferramenta com informações estratégicas, centralizadas e atualizadas, para alinhamento dos principais indicadores da gestão e para o apoio às decisões”, declarou o chefe da Assessoria Especial ao Governador, José Neto.

Um exemplo prático na vida da população pernambucana é a possibilidade do governador e secretários acompanharem o funcionamento das entregas feitas à população, como os sistemas de abastecimento de água potável, dessalinizadores, entre outros. A partir da visualização de registros técnicos das equipes de gestão, em um formato especial, obtém-se novos elementos para tornar mais criteriosa a priorização de ações e agilizar a solução de eventuais problemas.

Visando fortalecer essa ferramenta, os técnicos da Assessoria Especial estão realizando uma rodada de reuniões, em todas as secretarias, com os gestores do governo. O próximo passo é aumentar o número de informações disponibilizadas pelos órgãos para alimentar a plataforma e, assim, buscar cada vez mais a excelência na prestação de serviço à população.

“A Estação Digital é um projeto colaborativo e, portanto, é imprescindível a participação ativa de todos os órgãos. Quanto mais a ferramenta for abastecida com informação, mais assertivas e tempestivas serão as decisões e o direcionamento dos esforços para atender às demandas da população”, reforçou José Neto. A primeira rodada de reuniões foi com as seguintes secretarias: Transportes, Cidades, Habitação, Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Meio Ambiente. As próximas serão Desenvolvimento Econômico e Mulher. A Estação Digital foi instituída a partir do Decreto nº 42.524, de 21 de dezembro de 2015. Participaram do projeto piloto as secretarias de Administração (Sad), Planejamento (Seplag), Controladoria Geral do Estado (CGE) e Procuradoria Geral do Estado (PGE).

content_copyCategorized under