Sertânia: TCE-PE julga irregular gestão fiscal de 2016 do ex-prefeito Guga Lins

Sertânia: TCE-PE julga irregular gestão fiscal de 2016 do ex-prefeito Guga Lins

access_time 30 de janeiro de 2019 Este post foi lido 642 vezes

A Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco julgou IRREGULAR a Gestão Fiscal da prefeitura de Sertânia, referente ao exercício financeiro de 2016. O parecer contrário é relativo ao mandato do ex-prefeito Gustavo Maciel Lins de Albuquerque.

A reunião que aconteceu nesta terça-feira (29) teve como relator do processo o conselheiro Ranilson Ramos, o voto do relator foi aprovado por unanimidade pelos demais membros da sessão. O Tribunal de Contas ainda impôs débito ao ex-gestor Guga Lins, mas o valor da multa não foi divulgado.

A reprovação da gestão fiscal alusiva a 2016, no processo de número 1870015-9, indica a existência de desequilíbrio nas contas da prefeitura naquele período. Pois a gestão fiscal de um município diz respeito a transparência dos gastos públicos.

content_copyCategorized under